ANCHIETACULTURATURISMO

Anchieta ganha projeto iconográfico

Lançamento oficial será hoje, 16, às 14h, na Sala do Empreendedor.

O município de Anchieta ganhou um projeto de identificação simbólica dos seus ícones históricos, estéticos, paisagísticos e culturais, conhecidos desde o século XVI. O Projeto Iconográfico de Anchieta, desenvolvido pela Prefeitura, por meio da Gerência de Cultura e Patrimônio Histórico, tem como objetivo realizar ação de fortalecimento do turismo e da cultura local movimentando a população para reconhecer a importância, valorizar e divulgar seus ícones apropriando-se dele e difundido sua identidade com marca local.


De acordo com a pesquisadora, Ludmila Dutra, o projeto, conhecido como Marca Local, é um estudo que propõem identificação, descrição e proposta de utilização dos significados simbólicos que lembram a cidade, seus povo e suas características culturais e turísticas. “Todos os lugares possuem uma história que traz seu legado de mudanças e de riquezas baseadas nas suas personalidades, pelos ciclos econômicos, recantos e fatos sociais que viveram”, explica.

Para chegar ao projeto final foi realizada uma pesquisa, que possibilitou identificar as imagens que identificam e singularizam o município de Anchieta. “Com a realização do levantamento iconográfico de Anchieta foi possível mapear os elementos estéticos e culturais identificando o que existe de mais representativo. Este estudo contribui para o fortalecimento da identidade local que é peça fundamental da noção de pertencimento que os indivíduos constroem sobre sua origem. O fazer parte é o sentimento que garante a preservação, respeito e amor ao patrimônio”, disse a pesquisadora.

De acordo com informações da pesquisadora, o projeto consiste em um processo que envolve a identificação, classificação, descrição, vetorização e proposta de utilização dos significados simbólicos em forma de ícones. A pesquisa versou em construir uma imagem iconográfica da identidade da cidade, levando em conta os cinco circuitos turísticos do município: Cultura e Fé, Beneventes, Praias, Imigrantes e Vale Viver Corindiba.

“A principal ação foi um mapeamento de elementos estéticos e culturais que identificam o patrimônio e de entrevistas as pessoas da comunidade que ofereçam suas percepções sobre esta imagem”, explicou Dutra.

“A iconografia desses elementos arquitetônicos, natureza e monumentos históricos de nossa cidade, vem realmente pra fortalecer esse sentimento de pertencimento do anchietense, assim como imortalizar nossas memórias afetivas, origens e identidade.”, enfatiza a gerente municipal de Cultura e Patrimônio Histórico, Maria Fernanda Barros.

Para a gerente, a catalogação dos ícones do município será uma referência também para a arquitetura e para a economia criativa do município, a fim de desenvolver seus trabalhos e ajudar na identificação visual da cidade. “Com esse projeto, arquitetos, engenheiros, artesãos poderão se embasar nas cores e formas para ajudar no desenvolvimento da identidade visual de nossa cidade, além de criar novos caminhos para a exploração da arte e da cultura local e torná-las sempre lembradas”, disse.

Texto: Dirceu Cetto – Foto: Divulgação | Gerência de Comunicação Social E-mail: assessoriaanchieta@gmail.com

Compartilhe!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios