ANCHIETAMEIO AMBIENTE

Município de Anchieta é homenageado por desenvolver projetos ambientais

Anchieta ficou entre os oito municípios capixabas que desenvolveram projetos que  já estão tornando realidade a sustentabilidade, a excelência na gestão de resíduos e a mudança coletiva. O ranking foi publicado pelo Fórum Estadual Municípios Lixo Zero ES. Os projetos municipais selecionados foram o ‘Composta Anchieta’ e ‘Pet Dog’. E na semana passada o município recebeu uma homenagem da Assembleia Legislativa.

O presidente da Frente Parlamentar, o deputado Fabrício Gandini (Cidadania), homenageou as oito iniciativas municipais de sustentabilidade que se destacaram no Fórum Estadual Lixo Zero com a medalha Paulo Vinha, honraria da Assembleia  Legislativa destinada a quem se destaca na área ambiental.

A secretária municipal de Meio Ambiente, Jéssica Martins, esteve na sede do Legislativo Estadual para receber a homeagem em nome do prefeito Fabrício Petri.

Medalha Paulo Vinha, honraria da Assembleia  Legislativa destinada a quem se destaca na área ambiental.
Medalha Paulo Vinha, honraria da Assembleia  Legislativa destinada a quem se destaca na área ambiental.

Conforme o Fórum Estadual Municípios Lixo Zero ES, 26 municípios se inscreveram para concorrer a iniciativa. Além de Anchieta, foram selecionados Montanha, Mucurici, Guaçuí, Aracruz, Viana, Sooretama e Serra. 

Sobre os projetos de Anchieta:

Pet Dog – O projeto tem como base principal a venda de tampinhas plásticas e a conversão dos valores da venda para custear os procedimentos cirúrgicos de castração e esterilização de fêmeas e machos de cães e gatos.

Para implantar o projeto a Seman firmou parceria com duas entidades, a SOS Matilhas, que cuida de animais de rua do município e a Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Anchieta (Unipran), que recolhe e dá destinação final do lixo reciclável da cidade. A população é fundamental para execução da iniciativa, já que com a venda das tampinhas será custeado o projeto. A Prefeitura disponibilizou diversos coletores pela cidade.

Composta Anchieta –O projeto selecionou 20 famílias do município para receber uma composteira doméstica e aprender a utilizá-la. Os participantes fizeram parte de um grupo de acompanhamento que ajudou a gerar informações e aprendizados que estão sendo utilizados para impulsionar e fomentar a elaboração de uma política pública que estimule a prática da compostagem doméstica na cidade. A compostagem doméstica ou caseira é um processo que transforma resíduos orgânicos em adubo de qualidade, através da decomposição controlada da fração orgânica contida nos resíduos de modo a resultar um produto estável similar ao húmus.

Texto: Dirceu Cetto | Foto: Divulgação | Gerência de Comunicação Social – Tel.: (28) 3536-1785 | E-mail: assessoriaanchieta@gmail.com

Compartilhe!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios