AGRICULTURAANCHIETA

Anchieta investe em melhoramento genético para qualificar pecuária leiteira

Anchieta é um dos maiores produtores de leite da região. E com a pretensão de ampliar a qualidade e a produtividade, o município, por meio da Secretaria de Agricultura e Abastecimento, vem desenvolvendo um programa de melhoramento genético da pecuária. Desde 2019 a Prefeitura investe recursos para aquisição de sêmen bovino de qualidade para inseminação artificial do rebanho dos produtores do município, além de atendê-los com assistência técnica e equipamentos.

Na última semana foram adquiridos 470 doses de sêmen bovino para repor o núcleo de inseminação artificial, que fica distribuído em algumas propriedades do município, com a finalidade de atender todos os produtores cadastrados. Os sêmens são da raça Holandesa, Gir leiteiro e Jersey, todos de touros de alta produtividade. O núcleo de inseminação artificial da secretaria de Agricultura e Abastecimento faz parte do esforço de melhoramento genético do rebanho leiteiro do município.

A inseminação e o acompanhamento são feitos por técnicos da própria secretaria, por meio do Programa de Assistência Técnica e Extensão Rural, atendendo agricultores familiares interessados em melhorar geneticamente o rebanho. O técnico Rolidei Soares é um dos que acompanha os pecuaristas, dando orientação e direcionando os serviços.

Equipe da secretaria de Agricultura visitando produtores atendidos.
Equipe da secretaria de Agricultura visitando produtores atendidos.

Conforme o titular da pasta, Fabiano Mezadri, a inseminação artificial, aliada a outras práticas apoiadas pela secretaria, tais como: preparo de solo, silagem, pastejo rotacionado, têm melhorado significativamente a produção de leite do município e, com isso, aumentando a renda dos agricultores. “Anchieta configura como uma importante bacia leiteira fornecendo leite para cooperativas e agroindústrias da região”, lembra Mezadri.

Os sêmens disponibilizados são de animais que representam o que há de mais moderno para melhoramento genético em pecuária leiteira. Para o produtor participar do programa municipal deve procurar a secretaria de Agricultura e Abastecimento para se cadastrar. Todo processo tem acompanhamento técnico.

De acordo com dados da secretaria municipal de Agricultura e Abastecimento, a pecuária leiteira é uma das principais atividades rurais de Anchieta, aproximadamente produzindo 5 milhões de litros de leite por ano. Conforme o engenheiro agrônomo da pasta, Valber Salarini, uma parte da produção é encaminhada a uma cooperativa da região e a outra é utilizada para produção de queijos e comercializada para agroindústrias de Anchieta e região.

“Por isso temos que investir em melhoramento genético para aumentar a produtividade dos animais e, consequentemente, a renda e a qualidade de vida das famílias pecuarista do município”, defende o secretário. Atualmente 21 famílias são atendidas com o programa de melhoramento genético.

O pecuarista Saulo Martins Lamoia disse que a iniciativa está melhorando o rebanho significativamente.
O pecuarista Saulo Martins Lamoia disse que a iniciativa está melhorando o rebanho significativamente.

O pecuarista Saulo Martins Lamoia, 37, dono de uma propriedade em Serra das Graças, no interior, é cadastrado no programa desde 2019 e já vem observando os resultados positivos com o nascimento de animais de qualidade e o alto índice de fecundação com a inseminação artificial. “Minha propriedade tem recebido apoio constante da prefeitura e essa iniciativa está melhorando meu rebanho e permitindo que futuramente minha produção de leite aumente significativamente, com a mesma quantidade de animais”, disse.

Quem também está aprovando as ações do programa municipal é o produtor Eglisson Bertoide Bissa, que tem uma propriedade na comunidade de Segundo Território, no interior. Ele utiliza a inseminação artificial há oito anos e em 2019 passou a ser atendido pela prefeitura. “Diminui meus gastos com a compra do serviço particular, estou tendo acompanhamento técnico e já conseguindo crias de qualidade. Essa técnica disponibilizada pelo programa permite produzir leite de qualidade com menos gastos e ainda recebemos orientação em todas as etapas”, contou.

O programa ainda atende os produtores com outros serviços para garantir que as metas da iniciativa sejam alcançadas e haja eficiência em todas as etapas. Preparo do solo para renovação de pastagem e produção de forragens, transporte de insumos, serviços de máquinas para manutenção das estradas, além de assistência técnica de orientação para manejo e higienização dos equipamentos de ordenha, são alguns dos serviços que fazem parte das ações e etapas do programa.

RELAÇÃO DOS PRODUTORES ATENDIDOS: 

Melhoramento Genético gado de leite
Produtores atendidos:Comunidades:
01Antônio Maria RovettaDois Irmãos
02Agnaldo SiqueiraEmboacica
03Valentim MulinariBaixo Pongal
04Flávio NatalItaperoroma Baixa
05Jonas Pinto FreireSubaia
06Saulo LamoiaSerra das Graças
07Amado VasconcelosCoqueiro
08Geraldo Adão de AndradeIriri
09Aerton BrandãoBelo Horizonte
10José Americo SimõesGoembê
11Valmir Xavier VieiraSimpatia
12Sidauro Marchiori GonçalvesItapeúna
13Marcio MulinariBaixo Pongal
14Vanoir MelottePonta dos Castelhanos
15Charles PortoEmboacica
16Apolônio CarneiroChapada do Á
17EFA-OOlivânia
18Leone  BullSerra das Graças
19Adriano MerigueteSerra das Graças
20Rafael MarchesiAnchieta- Sede
21Églison BissaSegundo Território

Texto: Dirceu Cetto | Foto: Dirceu Cetto | Gerência de Comunicação Social – Tel.: (28) 3536-1785 | E-mail: assessoriaanchieta@gmail.com

Compartilhe!

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios