DESENVOLVIMENTOECONOMIAITAPEMIRIM

Itapemirim atrai empresas para polo industrial no município

 Transformar Itapemirim em um polo de desenvolvimento e servir de referência para o litoral sul capixaba, abrigando plantas industriais de diversos segmentos. É com esse objetivo que a Prefeitura Municipal está criando um ambiente favorável para atração de empresas na cidade e promovendo a implantação de quadras industriais em três localidades: Safra, Itaipava e Graúna.


O prefeito Thiago Lopes deu os primeiros passos para a implantação do projeto “Cidade Empreendedora” em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-ES), em fase de diagnóstico, além de buscar o apoio da Federação da Indústrias do Espirito Santo (Findes-ES) para atrair empresas e qualificar a mão de obra local.


“Queremos implantar um polo industrial de desenvolvimento no município e fortalecer a indústria pesqueira”, destacou o prefeito Thiago Lopes. E continuou: “Estamos buscando parcerias para alavancarmos o desenvolvimento econômico de Itapemirim”, enfatizou. A indústria pesqueira é a 2ª fonte de receita para o município.
A Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SEMDES) também já implementou outras iniciativas para tornar a cidade mais atrativa para investimentos em plantas industriais na região. Uma das iniciativas se refere ao Plano Diretor Municipal, que estabelece uma Lei de Zoneamento, construída com regras mais claras e seguras conforme estabelece o Estatuto das Cidades.


A Lei de Zoneamento garante, entre outras coisas, espaços para quadras industriais nas localidades de Safra, Itaipava e Graúna. De acordo com estudos da SEMDES, o município é multivocacional, com propensão para indústria do turismo, uma vocação natural da cidade; logística e transportes, em função da localização estratégica; além dos segmentos metalomecânico, mármore e granito, agroturismo, turismo de montanha e serviços.


“O nosso propósito é oferecermos a segurança jurídica e certeza de mão de obra para que as novas empresas se instalem no município”, explicou o secretário de Desenvolvimento Econômico e Social (SEMDES), Luciano Morisco Ribeiro, após destacar também a inclusão de toda a rede produtiva do setor pesqueiro e o processamento de alimentos como segmentos em expansão.

Compartilhe!
Fonte
Assessor de Comunicação - Vandique Magalhães

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios